12 Comentários



  1. It would be interesting to confront modern trends in sci-fi and their relation to the society that spawned them with past ones. Eric Rabkin’s lectures on authors such as Wells and Mary Shelby have given me an entirely new perspective on the social impact of fiction.

    Responder
  2. Tereza Zabulionis

    Olá Thaís!!! Mais um excelente artigo, parabéns! Achei muito legal o que a sua psicóloga falou sobre os post it’s… Me chamou atenção porque toda vez que eu tenho uma super ideia ou estou super motivada em relação a algo novo seja na carreira ou em outros setores da vida, eu falo pra mim mesma e já falei para outras pessoas: “Eu queria ter um post it grudado assim, na minha cara, que me lembrasse todos os dias dessa minha ideia, dessa minha empolgação, desse estado mental e de espírito que eu estou agora, para que a cada dia minha ideia se fortaleça e eu não desanime como acontece na maioria das vezes!” Então eu pensei agora, assim como eu queria que estes bons post its ficassem balançando na minha cara, eu queria arrancar os mals post its que me fazem desistir ou desanimar…. E seu artigo me deu muita inspiração… com certeza eu queria transformá-lo num post it do bem que me fizesse lembrar dele todos os dias!!! Inclusive, transformei mesmo algumas frases em post its reais e colei no meu monitor… =)

    Responder
    1. Thaís Araújo

      Uau! Sensacional seu comentário! É isso ai, não é fácil tirar os post it’s que colocamos ao longo da vida e também não é fácil colocar novos post it’s “do bem” no lugar desses que nos fazem mal, porém não é impossível. Em busca de ser sempre a nossa melhor versão! Obrigada pelo comentário e muitoo sucesso!

      Responder
  3. MARCELO ELISEU DA SILVA

    O país está passando por uma grande crise e o desemprego avassalador.
    Mesmo eu estando na condição de desempregado, não desistirei de mim.
    Nestes últimos meses, tive um grande crescimento de minha visão de ser humano, isto graças as inúmeras publicações e dicas que leio e reflito.
    Uma das pessoas que me fez enxergar melhor, foi você Thaís. Acompanho as suas dicas e matérias e do pessoal do Linkedin.
    Parabéns pelo trabalho desenvolvido!

    Responder
    1. Thaís Araújo

      Nossa Marcelo, que demais o seu comentário!!! Fico extremamente feliz por contribuir com o seu crescimento!! Juntos somos mais fortes! Conte comigo sempre! Um forte abraço.

      Responder
  4. Ludmila

    Bom dia Thaís!
    Muito bom o seu texto. Nas frases que você citou como exemplo de crenças limitantes, me identifiquei com algumas, como a dificuldade de aprender inglês e o medo de dirigir. O inglês já comecei o curso, mas estou indo de ônibus ou táxi, pois depois de um acidente de carro não tive mais tranquilidade para dirigir. A partir de hoje vou trabalhar nisso e na próxima semana vou tentar pegar o carro e ir. Eu consigo! Te dou noticias.
    Obrigada!

    Responder
    1. Thaís Araújo

      É isso ai Ludmila! Aos poucos eu tenho certeza que você vai conseguir, você é capaz disso e mto mais! Conte comigo sempre! Gratidão pelo comentário. Me dê notícias sim! Abraços!

      Responder
  5. Joyce

    Ótimo texto Thais, sempre fui uma pessoa super confiante e de uma ótima auto estima, mas passei por situações que hoje estou tentando voltar ao meu eu anterior.

    Responder
    1. Thaís Araújo

      Obrigada pelo comentário Joyce! Durante toda a nossa vida iremos passar por autos e baixos, mas é preciso sempre manter a cabeça erguida e confiar que somos capazes de superar e vencer as situações difíceis. Conte comigo! Abraços.

      Responder
  6. João Ricardo

    Muito bom o artigo. Vou usar e também orientar minha filha nesse sentido.
    Obrigado.

    Responder
    1. Thaís Araújo

      Obrigada João Ricardo, é isso ai. Vamos criar uma geração mais confiante! Forte abraço.

      Responder

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *